Localização

Localização

– Características do Município

 

Centro  Município: Carapicuíba  – Estado: SP

O município de Carapicuíba localiza-se na região metropolitana de São Paulo, ocupando uma área total de 34,546 km2 e tendo como divisas as cidades de Barueri, Cotia e Osasco.

Fundada em 1580 pelo padre José de Anchieta, Carapicuíba originou-se de uma Vila de catequizadores portugueses. Expandiu-se ao longo dos anos, e passou a acolher imigrantes italianos, japoneses, russos, poloneses e ucranianos que imigraram durante o período do desenvolvimento agrícola e logo após a Segunda Guerra Mundial.

Com a emancipação em 1965 e o início da explosão demográfica da década de setenta, a cidade passou a receber migrantes das regiões norte e nordeste do Brasil, que compõe hoje a grande maioria da população local.

Essa facilidade de acesso a toda região metropolitana que atraíram tantos migrantes para a cidade, também deu a Carapicuíba a sua mais marcante característica, a de ser uma cidade dormitório fornecedora de mão de obra para todos os setores da indústria de São Paulo.

A população caracteriza-se por ser em sua grande maioria operária, e com baixa renda familiar e o município depende de repasses do governo Estadual e Federal, devido ao pequeno número de indústrias – na maioria pequenas prestadoras de serviços – com uma arrecadação baixa. Possui cerca de 394.465 habitantes, sendo todos residentes em área urbana. A taxa média de crescimento anual entre os anos de 1996-2000 foi de 1,18.

Carapicuíba é um município muito carente, com um alto nível populacional e com uma estrutura de organização social muito precária (segundo pior IDH do estado).

Em 2016, o salário médio mensal era de 2.3 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 10.6%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 258 de 645 e 603 de 645, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 837 de 5570 e 3017 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 35% da população nessas condições, o que o colocava na posição 142 de 645 dentre as cidades do estado e na posição 3571 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

– Território e Meio Ambiente    

Apresenta 87% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 82.9% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 58% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 364 de 645, 465 de 645 e 46 de 645, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 607 de 5570, 2174 de 5570 e 256 de 5570, respectivamente. (Fonte: IBGE)

– Educação 

Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 5.9 no IDEB. Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 4.5. Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 459 de 645. Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 520 de 645. A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 96.2 em 2010. Isso posicionava o município na posição 595 de 645 dentre as cidades do estado e na posição 4435 de 5570 dentre as cidades do Brasil. (Fonte: IBGE)

 

– Saúde 

A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 11.28 para 1.000 nascidos vivos. As internações devido a diarréias são de 0.6 para cada 1.000 habitantes. Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 312 de 645 e 233 de 645, respectivamente. Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 2950 de 5570 e 3103 de 5570, respectivamente. (Fonte: IBGE)